Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contos por contar

Contos por contar

01
Jul23

Os peixes não são todos iguais?!

Cristina Aveiro

IMG_1321.JPG

Há muito muito tempo, ou talvez agora mesmo, aqui mesmo ao lado, no mar desta praia, ou talvez num mar distante nunca visitado pelas pessoas, havia um mundo cheio de vida com muitos, muitos habitantes.

Tinham os corpos longos em formato de pena, com rabos e barbatanas e dois pequenos olhos, um de cada lado da cara. Quando nasciam eram todos iguais, de um cinzento azulado, cobertos de escamas prateadas que lançavam a luz em sua volta em mil cores brilhantes. Nas manhãs refletiam os tons de azul e cinzento do oceano. Por vezes ao pôr do sol, nos dias límpidos de sol intenso brilhavam com tons de laranja e rosa.

IMG_1316.JPG

À medida que iam crescendo as escamas iam mudando e surgiam formas e padrões diferentes nas escamas e cada peixe passava a refletir apenas algumas cores, ora vermelhos, ora verdes e azuis e tantas outras cores sem regra nem norma comum. A única regra era que o corpo se mantinha longo e em formato de pena, com os rabos e barbatanas e os olhos no mesmo lugar.

Havia peixes que todos reconheciam como os mais belos, ora pelos seus belos padrões regulares e majestosos das escamas, ora por terem cores diferentes do que alguma vez se tinha visto, ou simplesmente porque emanavam beleza por onde passavam.

Havia também peixes que pareciam ter cores ao acaso, que tinham poucos padrões nas suas escamas e os que tinham pareciam ter sido feitos à pressa e ao acaso, nalguns casos eram mesmo feios.

Podia pensar-se que os peixes mais belos seriam mais importantes, mais respeitados admirados e estimados pelo cardume. Podia imaginar-se que os peixes menos belos e até algo feios eram desprezados, desconsiderados e desrespeitados pelos outros peixes do cardume, mas... naquele mar e naquele cardume tudo se passava de modo muito diferente. Todos sabiam que todos os peixes eram igualmente importantes e que na verdade a essência da beleza do cardume era o conjunto de todos, com a diversidade de cores, padrões e tipos de beleza. Todos eram fundamentais para que o conjunto fosse mais rico, mais belo e surpreendente.

A identidade do cardume era a sua diversidade e harmonia.

Todos juntos conseguiam iludir e defender-se dos peixes maiores que andavam sempre a rondar o cardume procurando alimento para sobreviver no enorme reino do oceano.

IMG_1319.JPG

 

Este texto foi inspirado nas sardinhas decoradas pelas crianças que frequentam a Biblioteca da minha escola. Quando vi o seu trabalho senti esta história.

Sou apaixonada pelo tema das sardinhas, quase levei a mãe do meu marido ao desespero quando lhe propus que bordasse um quadro com sardinhas para uma das minhas filhas...

Quadro sardinhas-Avo.JPG

 

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contos de Natal 2022

Contos de Natal 2021

Desafio Caixa dos Lápis de Cor

desafio com moldura selo.png

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Desafios da Abelha

Eu Sou Membro
Em destaque no SAPO Blogs
pub